sábado, 22 de setembro de 2018

SENTIDO

Sé a sua Estrela
não Brilha,
não venha
Ofuscar a Minha.
Siga a sua
Trilha,
mesmo que seja
sozinha.
A Inveja é
Maldita,
Atrapalha uma
Vida.
Por ninguém é
Bem Vista,
é Preciso ser
Contida.
Quem nutre esse
Sentimento,
não sabe o que
diz.
Só conhece o
Sofrimento,
não sabe ser
Feliz.
Cada um tem
que Lutar,
contra essa
Divisão.
A Sociedade
Preparar,
Baseada na
União.


Raimundo Sucupira

O ULTIMO GOLPE

Caro Amigo,Os Políticos já
me não tem mais Obrigações,
vivem Incessantemente
ocupados em Bombardear
os Ouvidos do Povo com
Asneiras,Promessas e
Propostas Ridículas,no
Fundo,não passa de Lobos
em Pele de Cordeiro,ou seja,
Inimigos do Povo.
São três os Inimigos do
Brasil e dos Brasileiros e
das Brasileiras,o Judiciário,
o PSDB,a Globo e seus
Lacaios.
Estes de Coluio deram o
Golpe na Dilma e na
Democracia,depois deram
o segundo Golpe,tirando o
Lula das Eleições.
Há muito venho Alertando,
o PSDB,a Globo e seus
Lacaios Infiltraram se no
em meio ao Judiciário,
estão a Tramar contra o PT
e seus Aliados,isso é Fato,
Basta fazermos uma Analice
ao que se passa ao Pais.
A Começar por São Paulo,
um Estado Governado pelo
PSDB há Quase 20 Anos,a
Corrupção em São Paulo,o
Caso dos Trens e Metro,
nada foi Investigado,os
Processos foram
Engavetados.
No Paraná,os desmandos
do Governador Beto Richa,
o Judiciário Empurra com
a Barriga,Prenderam o Ex
Governador,no Outro dia o
Ministro Gilmar Mendes o
Soltou,ou seja,uma Prisão
para Inglês Ver.
O Tucano Aécio Neves,
pintou e Bordou em Furnas,
Recebeu Malas de Dinheiro,
nada disso serviu como
Provas,foi o Próprio Ministro
Quem disse isso.
Os Doleiros,todos ligados a
essa Gente,nenhum ficou na
Cadeia,foram todos Liberado
pelo Ministro Gilmar Mendes,
os Delatores estão Soltos,
Gozando do Dinheiro que
Roubaram do Pais.
Preso mesmo,só o Lula,sem
nenhuma Prova,pois até Hoje
não foi Apresentada Provas
que Prove de fato,que o tal
Triplex seja do Lula.
Só para Lembrar,um Detalhe
que passa Despercebido,
todos os Julgadores do Lula
são Filiado ao PSDB,ou são
ligados ao Partido.
Dar-vos,ei dois Exemplos,
o Juiz Sérgio Moro é Filiado
ao PSDB do Paraná,o tal
Empresário que Arrematou
o Tal Triplex,esta envolvido
em vários Delitos,e é ligado
os PSDB.
Diante de tudo isso,fica claro
de Qual o Judiciário
esta,tanto fizeram,que
Tiraram o Lula das Eleições,
Ceifando Então,os Sonhos
de Milhões de Brasileiros e
Brasileiras.
Dado que,diante de tudo
isso,esses Políticos
Corruptos,essa Mídia
Vendida,esses Urubus de
Toga,não tem nenhum
Precedente para Apontar
nenhum Rumo ao Povo,por
tanto,cabe ao Povo,Somente
ao Povo,Escolher e Trassar
seu Próprio Destino,as
Urnas será o seu Veredito....


Raimundo Sucupira

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

OSSOS

A Alvura dos
Ossos,
Espalhado pelo
Chão.
Nos causa
Remorsos,
é tamanha a
Sequidão.
Uma Seca
Medonha,
nos acossa
sem Parar.
Um dia se
Sonha,
desse mal se
Livrar.
Mesmo assim
não Deixo,
esse meu
Torrão.
Ele é o Eixo.
que Sustenta
meu Coração.
Meu Sertão
Querido,
de ti nunca
Reclamo.
Por Deus foste
Prometido,
Terra que tanto
Amo.


Raimundo Sucupira

ARVOREDO

Caro Amigo,Quando Acoça-me
a Melancolia,saio Vagando por
esse Sertão a Fora,Quando saio
não Costumo Levar muita coisa,
Principalmente Tecnologia,só a
Filmadora,nada mais que isso.
Dia desse ao ser Acometido por
ela,pequei a Filmadora,o
Embornal,Alguns Apetrechos e
sai pelo Sertão em Caminhada.
Não vou falar o lugar por onde
Andei,para não despertar a
Atenção de Alguém  que
Porventura venha a ser Parente
da Pessoa que já foi o Dono
Daquelas Terras.
Como disse há Pouco,não
Costumo fazer uso da tal da
Tecnologia,por isso não
Carrego GPS,por isso vou fazer
uma Base,Andei mais ou menos
de 10 a 15 Léguas,nada mais,
nada menos que isso.
Sempre Atento,fazendo as
Minhas Observações,pois o
Objetivo é Deitar tudo isso ao
Papel Quando Volto para Casa.
Já Cansado,Devido ao Sol
Escaldante que Reina por essas
Terras,ao Subir numa
Determinada Colina,ao longe
um Enorme Arvoredo.
Essa Visão chamou-me Atenção,
pois o Dito Arvoredo Destacava
Entre a Vegetação ao Redor,
Fiquei Curioso,fui de Encontro
ao Dito Arvoredo,Andei por
mais uma ou duas Léguas,
Finalmente,Estava Diante do
Imponente Arvoredo.
Algo chamou-me Atenção,os
Belos Cachos de Flores
Amarela,Constatei que se
Tratava de um Belo Pé de
Tamboril.
Devido ao Sol Escaldante,fui
para a Sombra,coloquei as
Tralhas ao Chão,Encostei-me
numa Pedra.
Relaxei um pouco,Sentindo o
Cheiro das Flores e Ouvindo o
Tinido das Asas dos Insetos,
Estes Atraídos pelas Flores.
Eis que de Repente um Clarão
Chamou-me Atenção,em meio
ao Clarão,Surge um Mancebo,
Sujeito Alto,Cara Estreita,Bem
Vestido,Palitó Azul Marinho,
uma Vistosa Corrente de Ouro
Indicava que Levava um
Relógio no Bolso do Colete,
em Mãos uma Bengala,com
um Adorno parecido com uma
Cabeça de Cavalo.
Meti a Mão na Algibeira,tirei
a Caneta e o Bloco,porem,os
Dedos Travaram,nada Escrevi,
não lhes fiz nenhuma Indagação.
Depois de um Breve Silencio,
Finalmente ouvi a sua Voz,uma
voz Firme,Pareceu-me um
pouco Autoritária(Esta vendo
tudo isso,é tudo Deleite meu)
Com a mesma Rapidez que
Apareceu,Também
Desapareceu.
Não Senti Medo,pois o Medo
é Algo que nunca tive,peguei
um Pedaço de Raspadura no
Embornal,pois a Raspadura é
Bom para nos dar Sustança na
Caminhada,Comi dois ou Trés
Pedaços,Tomei uns Goles
D,Água,juntei as Tralhas e fiz
o Caminho de Volta.
Dado que,em Casa,já um pouco
Descansado,da longa
Caminhada,fiz Questão de
Deitar ao Papel essa Passagem
que Aconteceu-me,para que
saibam que nesse Mundão,há
mais Mistério que se possa
Imaginar.
Ademais,como gosto de fazer,
já Estou pronto para fazer mais
uma Caminhada por Este
Sertão que tanto Amo,se não
for Pedir de mais,sem Certas
Visitas,ou Melhor,Aparições....


Raimundo Sucupira

domingo, 16 de setembro de 2018

JANELA

Pela Banda da
Janela,
Iaiá Espiando.
Que Gente foi
Aquela,
que por aqui
vai Passando.
Esta Gente
Estranha,
nunca vi Igual.
da uma Cisma
Medonha,
isso não é
Normal.
Tomara que
não Ficasse,
isso não ia dar
Certo.
Se essa Terra
Ressecase,
Transformaria
num Deserto.
No Sertão não
tem Lugar,
Pra esse Gente
Enxerida.
A Floresta tem
que Preservar,
com ela a nossa
Vida.


Raimundo Sucupira


PARAMIRIM,140 ANOS

Caro Amigo,Todo Homem
tem que Orgulhar se da
Terra Donde Nasceu,pois
é Nela que tudo Começou,
Os Seus Primeiros Passos,
Consequentemente seus
Primeiros Sonhos.
Paramirim,meu Amado
Rio Pequeno,Torrão
Donde Nasci,Rodeado
Pelas Montanhas,Vale
Perfeito para se Viver,
Terra Prospera e
Acolhedora,Aquele que
por Aqui se Aporta
Jamais Esquecerá,Amor
há de Sentir.
Quando os seus Primeiros
Raios Dissipam as Travas
que Toldam o Horizonte,
ou Assim como,diante da
Primavera que nos trás a
Beleza das Flores,tornando
Este Vale muito mais
Florido.
Nascido em tão
Esplendido Recanto,não
foi o meu Nascimento
Anunciado por Tristeza,
mas pela Alegria da Mãe,
Mulher que Sempre me
Sorriu Graciosamente,
dando-me,o seu Amor
Materno.
Sé com Razão é que se
diz Fazer o Bem aos
Homens,Essa Terra é um
Bom Exemplo disso,o
que Gera e Multiplica o
Bem Estar dos seus
Filhos.
Mas não Basta Ter-vos
Demostrado que de ti o
Principio e o Começo da
Vida.
É Preciso que se Ame que
Devota Esse Mesmo
Amor,Esse Carinho.
Feliz pelos seus
Benefícios,Amado pelos
Amigos,Desempenhando
Excelentemente Bem o
Papel de Filho,Ouso
Chamar-te de Mãe,Nesse
dia tão Belo,140 Anos
de Vida,Paramirim,minha
Terra Querida,sou Louco
por ti.
Contemplai Essa Gente
Alegre e Sonhadora que
se Dedica à Arte de
Amar,a Sua Alma
Incessantemente Agitada
para uma Multidão de
Sonhos e Ideias que hão
de Prosperar....

Raimundo Sucupira

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

LICURI

A Palha do
Coqueiro,
Balançando
ao Vento.
Em Baixo o
Vaqueiro,
Prepara seu
Alimento.
No Sertão o
Licuri,
Produz com
Fartura.
O que se Vê
por Aqui,
dessa Árvore
a Formosura.
Do Coco o
Alimento,
o que ele nos
Concede.
Da Palha o
Sustento,
nada aqui se
Perde.
No Sertão é
Assim,
Tudo tem seu
Valor.
Es tudo para
Mim,
Es Grande o
meu Amor.

Raimundo Sucupira


CHAPÉU DE PALHA

Caro Amigo,Não Esperais de
Mim nem Definição,nem
Divisão de Retórico,Aqui não
Caberia tal Coisa,Definir-me
Hei,Apenas como um
Saudosista que Quer tão
Somente Relembrar as coisas
Boas que Lhes Aconteceu no
Passado.
Nada nessa Vida é por Acaso,
nem tão pouco Complicado,
só Depende do ponto de vista
em que se coloca,a Minha
Infância foi Dura,porem,não
tenho do que Reclamar.
Basta Analisar as Coisas pelo
lado Bom,isso é o que Sempre
Faço,jamais deixei de
Preservar os Preceitos que
Herdei dos meus Pais.
Desde Cedo Aprendi com
Eles o Valor do Trabalho,do
Caráter,da Honestidade,da
Palavra,pois todos esses
Preceitos Dignifica o Homem.
Lembro-me Bem a Dureza
que era a Vida naquele Tempo,
porem, a Gente Tirava de
Letra,Arranjava Sempre um
Jeito,mas a Comida não nos
Faltava.
Meus Pais Tinha um Esquema,
2 vezes por Semana íamos à
Serra da Santana Buscar
Palhas de Coqueiro Licuri,pra
fazer Esteiras e Chapéus.
Papai Acordava às 3 Horas da
Manhã,com a Candeia em mãos
nos Acordava,Eu com 10 Anos,
era o Primeiro a Levantar,
Calçava as Alpercatas de Coro,
pegava o Embornal com o
Estilingue que ficava pendurado
ao Porno.
Ainda Escura colocava os pés
na Estrada,pois ia a pé,Carro
nessa Época era coisa de Rico.
Ao Chegar lá,de posse do
Facão Bem Amolado,meu Pai
Cortava as Palhas do Coqueiro
Licuri,fazia um Pequeno Feixe
para cada um,colocava a
Quantia que Aguentava
Carregar.
Tudo Arrumado,meu Pai nos
levava para o Olho D,Água que
ficava ao pé da Serra,Abria o
Embornal,que carregava
Contendo Farinha com
Raspadura,cada um Comia o
Seu.
Depois pé na Estrada,Quando
chegava em Casa,Estava todo
Escadeirado,devido a Carga
que Carregava,não Reclamava,
pois era o nosso Ganha Pão,a
nossa Sobrevivência,não
Tinha Tempo para Lamentação.
Com a Palhas no Terreiro,era
Hora da Mãe fazer os Chapéus,
o Chapéu que Ela fazia era o
Casco de Tatu.
Lembro-me Bem como era,a
Mãe Transava as Tiras de 5
Fina e Comprida,ia Arrodiando
no Molde,ao mesmo Tempo ia
Costurando com Linha de
Algodão,Quando chegava ao
Final,o Chapéu Estava Pronto.
Aos Sábados,Mamãe levava à
Feira para Vender,com o
Dinheiro,a Despensa estava
Abastecida.
Dado que,ao ver os Modos em
que os Filhos de Hoje em dia
são Tratados,fico um pouco
Preocupado,não pode isso,não
pode Aquilo,vemos que no
final das Contas,Quem sai
Perdendo nessa Historia são
os Filhos.
Ademais,como um Filho que
faz Questão de Preservar os
Ensinamentos que Herdei dos
Pais,Quero Passa-los para a
Minha Filha e Netos,isso é o
Minimo que posso fazer em
 Memoria dos meus Pais....


Raimundo Sucupira

sábado, 8 de setembro de 2018

FALANDO DE AMOR

Um Dia o Poeta
Falou,
o Amor Haverá
de Vencer.
Esta Semente
Germinou,
um dia há de
Florescer.
Quem fala do
Amor,
não fica
Esquecido.
É como Jardim
em Flor,
logo Percebido.
Vale Apenas
Viver,
Amar e Sonhar.
Quem ao Amor
Recorrer,
Triste não vai
Ficar.
Viva a Vida,
Viva ao Amor.
Essa é a
Saída,
para Combater
a Dor.


Raimundo Sucupira

DESAPEGO

Caro Amigo,Apesar da
Insistência,Querendo
ficar,um dia Haveremos
de Partir,uns Brevemente,
Outros se Alonga um
Pouco mais,no Entanto,
todos Partiremos um dia,
nada nos Segura por
Aqui.
Refletindo com Calma,
não e Difícil chegar a
Conclusão de que a
Vaidade não passa de
uma mera Ilusão,coisa
Passageira,Sempre fiz
Questão de dizer,Aqui
chegamos só e sem
nada,Lutamos o Tempo
todo para Juntar Fortuna,
Quando Partimos,
Partimos só e sem Nada,
não Levamos nada,fica
tudo Aqui.
O que nos deixa Triste é
Saber de tudo isso,e
Continuar Insistindo
Querendo ficar,Querendo
Juntar Fortuna,
Esquecendo Então,da
Única coisas que nos
Interessa de Verdade,a
Pureza da Alma.
É na Alma que esta o
nosso maior Tesouro,as
coisas Boas que
Praticamos,é somente
isso que será levado em
Consideração no dia do
nosso Julgamento.
No mais tudo será
Descartado,ou seja,será
deixado para trás,as Boas
Ações é que Pesarão
Perante o Juiz.
Haverá Sempre Pessoas
que,não levará nada disso
em Consideração,que
Continuará a sua Corrida
Desenfreada Rumo à
Riqueza,Eis ai os Ilustres
Personagens que,Guiado
pela Ganancia,
Pretendendo dar se Bem
na Vida.
O que os faz manter se,
na Ganancia,havera
Sempre Interesseiros que
se Esforçam para lhes
Agradar,pois Sabem que,
Adulando os Gananciosos
lhes tiram Sempre um
pouco de Vantagem.
Não Sabendo Este que,
tudo isso não passa de
Mera Ilusão,que nada
disso será levado em
Consideração na Hora da
Verdade.
Dado que,Quero Provar-
vos Também que não há
Boas Ações das Quais
não se Possa Praticar,
tudo é Possível,Basta
Querer se,Haverá Sempre
uma Maneira para
Recomeçar,as Boas Ações
é uma Delas....


Raimundo Sucupira

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

ELO

Não tem nada mais
Belo,
que se Acoitar
no Sertão.
Existe um
Elo,
entre o Sertanejo
e seu Torrão.
Um Sertanejo de
Verdade,
não deixa este
lugar.
A sua Felicidade,
esta sobre o seu
Lar.
O Sertão é a sua
Vida,
sem ele não sabe
Viver.
Dessa Terra
Querida,
só sai Quando
Morrer.
Sertão meu,
Terra que Quero
Bem.
Como o Pai nos
Prometeu,
como você outra
não Tem.

Raimundo Sucupira

TUTANO

Caro Amigo,Antes de tudo,é
Verdade que a Infância,a
Primeira Idade do Homem,é
Sem Nenhuma Sombra de
Duvida,a mais Alegre e
Encantadora das Passagens,
por que,Desde o Instante do
Nascimento somos Envolvido
em uma Atmosfera Especial,
que só os Pequeninos são
Capaz de Sentir.
Neste Momento Especial da
nossa Vida,a Natureza Sabia
Mãe,Derrama sobre nós o
Sedutor Encanto das
Passagens,Coisas que só se
tem na Infância.
Dia desse ao ir à Feira dei
uma Passadinha no Açougue
para Comprar a Carne,ao
passar por um Determinado
Box,vi Algo que,há muito
não via.
Ao Olhar para um Varal,vi
Alguns Pernis Pendurado,
Algo que não via há muito
Tempo,Geralmente se
Compra isso cortado para
coloca-lo na Feijoada,ao ver
Aquela Cena,não foi possível
deixar de voltar no Tempo,
Lembro-me Bem,Mamãe
Comprava os Pares de Pernis
para colocar no Feijão.
Ela Tinha uma Enorme
Panela de Barro,Cortava os
Pernis,colocava para
Cozinhar dentro do Feijão.
A Meninada já ficava
Ligada,na hora do Almoço,
um Gritava de cá,o Osso do
Papai é meu!o Outro gritava
de lá,o Osso da Mamãe é
meu!ficava a Espera de tão
Precioso Momento.
Quando eles acabavam de
Comer,nos Entregava os
Ossos,de posse dos Ossos,
vinha a Recompensa,como
a Dentaria era Boa,depois
de Roer-los vinha o melhor,
Virava a Colher,Batia o
Osso em cima da Colher
Algumas vezes,até que o
Tutano caia Sobre a Colher,
Ai era só Saborear Aquela
Delicia.
Há talvez,Gente que,
Insensível a todas essas
Passagens da Infância
preferem Esquecer se,ao
Contrário Deste,procura
lembrar,pois,ao fazer isso
nos trás um Certo Alento
já que o Tempo passou,e
com ele Também a nossa
Infância.
Dado que,como Sempre
fiz,tento passar Alguns
Preceitos,Dentre eles as
Coisas Boas que fizeram
Parte da nossa Saudosa é
Bela Infância,nos trás uma
Certa Paz de Espirito....

Raimundo Sucupira

sábado, 1 de setembro de 2018

ESPERTEZA

Tem Muita Gente
Vivendo,
no Mundo da
Esperteza.
A Verdade
Escondendo,
não fala nada
com Clareza.
Essa Gente vem
Agindo,
fora da Razão.
A Verdade vai
Sumindo,
Prevalece o
Espertalhão.
Nessa Luta
Desigual,
os Bons sai
Perdendo.
São Tragados
pelo Mal,
aos poucos vão
Morrendo.
Que a Verdade
Prevaleça,
diante desse
Impasse.
Que o Povo não
Esqueça,
que o Sol sempre
Nasce.

Raimundo Sucupira

ESCOLHAS

Caro Amigo,Quando um
Candidato é Fidedigno,
ele Tende a nos passar a
Fidúcia,Quando isso
Acontece,a Recíproca é
Verdadeira,Haverá
Sempre a Inteiração
Entre Comando e
Comandados,ou seja,
jamais haverá a
Felonia.
Imaginai Agora um
desses Candidatos que
se vêem por Vez,
Desconhecedor das Leis,
sem Respeito ao em
Publico.
Este Unicamente
Ocupado com os seus
Próprios Interesses,
Imerso em toda Especie
de Maracutaias,Inimigo
da Democracia,da
Verdade e do Bem
Comum,que na Verdade,
não passa de um
Finório.
Ocupando Então,tão
somente com às suas
Paixões e à sua
Utilidade Particular,e
pouco Preocupado com
o Destino da Nação.
Este,Rodeado pelos
Prazeres,Adulações,o
Luxo e Mil outras
Coisas passa à Condição
dos Gestores,os Afastam
Constantemente do
Dever,que é Zelar pelo
Bem Publico.
Diante de tudo isso,deixa
de Vigiar-se,para não ser
Seduzido pelas Donzelas
do Poder que Buscam
Incessantemente afasta-
los do Bem Comum,e,sem
falar das Ciladas,dos
Ódios e dos Perigos que
os Ameaçam
Constantemente os dias
do Bom Gestor.
Eis ai as Eleições a Bater
em nossas Portas,dezenas
de Postulantes ao Comando
do Pais,e as suas Propostas.
Que direi de Algum dessa
Gente que,sendo na sua
Maioria a mais Traiçoeira,
a mais Vil,e a mais Tola,
Pretende passar pela mais
Maravilhosa das Propostas.
Só há um ponto sobre a
Qual esses Homens são
Parecidos,Contentando-se
em trazer sobre si a
Responsabilidade em
cuidar dos Interesses do
Povo.
Uma vez no Poder,essa
Gente Vive a ponto de
Estourar de Satisfação,por
Ostentar tão Alto Posto,
Orgulha de Manter ao
mesmo Tempo a sua Força
e a sua Opulência.
Quanto sua Excelência o
Povo,Ver-se-ai,Reduzido
a Morrer a Míngua,
Enquanto os Bens são
Distribuido para uns
poucos que são Afilhados.
Dado que,cabe a cada um
de nós,Eleitores,a nobre
Incumbência de fazer as
Escolhas,que Seja a
Escolha Certa,Afinal,é
Ela que vai Selar o nosso
Destino e dos nossos
Filhos e Netos....


Raimundo Sucupira
 
Contador de Visitas Para Blogs